Você está aqui: Página Inicial / Dissertações / 2016 / Resumo Felipe Augusto de Paula Bento

Resumo Felipe Augusto de Paula Bento

A indústria de transformação brasileira vem reduzindo sua produção nos últimos anos. Além da perda do mercado externo, a indústria brasileira vem perdendo parte do mercado interno. O objetivo deste trabalho é estudar o processo de industrialização e desindustrialização brasileira ocorrida, respectivamente, entre os anos de 1947 e 1987 e de 1987 e 2015. Para abordar o assunto, utilizaram-se três análises: 1) participação da indústria de transformação na composição do PIB; 2) taxa de crescimento da indústria de transformação em comparação com a taxa de crescimento do PIB; 3) participação das manufaturas na composição das exportações. Foi possível observar, por meio da análise dos dados, que a industrialização é um fato no Brasil desde a segunda metade da década de 1940 até o final da década de 1980. A indústria de transformação passou de 19,89% do PIB para 33,35%. A taxa média anual de crescimento da indústria foi 0,75% maior que a taxa do PIB de 1947 a 1987. A desindustrialização, por sua vez, apresentou seus primeiros sinais a partir da segunda metade da década de 1980, tendo o ano de 1987 como um marco de seu início. A participação do setor manufatureiro diminuiu de 15,3% para 11,4% de 2000 a 2015, enquanto sua a taxa de crescimento foi 1,62 pontos percentuais menor que a do PIB. Os dados mostram um processo inverso ao da industrialização a partir de 1987. No entanto, há ressalvas a respeito dos dados utilizados e da natureza deste fenômeno. O debate da desindustrialização necessita de maior atenção.

(Para mais informações e trabalho completo,  clique aqui.)

« Junho 2022 »
Junho
DoSeTeQuQuSeSa
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930
Próximos Eventos
XXV ANPEC SUL 15/09/2022 - 16/09/2022 — PUC/RS
XX Enaber 19/10/2022 - 28/10/2022 — Salvador - BA
50º Encontro Nacional de Economia 06/12/2022 - 09/12/2022 — Fortaleza
Próximos eventos…
UA-106127954-1